Tenho um cartão de crédito da categoria Gold: o que fazer?

Se você tem um cartão de crédito da categoria Gold – seja Visa ou Mastercard, e está lendo esse texto, parabéns! Esse é o primeiro passo para começar a transformação da sua carteira. Em geral, um cartão Gold faz você perder dinheiro todos os dias – há uma única exceção que vou falar aqui.

O cartão de crédito nível Gold é bem básico. São poucos benefícios no dia a dia e nas viagens, além de ter baixa pontuação. A exceção, como falei acima, é o Itaú Pão de Açúcar Visa Gold e o Itaú Pão de Açúcar Mastercard Gold. Eles pontuam com base no real e não no dólar americano, por isso junto com o PDA Platinum são os melhores cartões do mercado para acumular milhas. Ponto. Para os demais benefícios, ambos são ruins.

Então aqui o seu objetivo deve ser:

  • Conseguir um upgrade do seu cartão;
  • Pedir um ou mais cartões de crédito.

Os cartões nível Platinum também estão banalizados. A exceção é o American Express – The Platinum Card, que apesar do Platinum no nome é um cartão de alta renda.

Você precisa buscar um desses cartões:

  • Visa Infinite;
  • Mastercard Black;
  • Elo Nanquim;
  • Elo Diners Club;
  • American Express – The Platinum Card.

Na verdade, eu recomendo ter um de cada. Assim, você terá o melhor cartão de cada bandeira. É o melhor dos mundos, mas antes de escolher o seu veja a política para desconto ou isenção da anuidade.

O upgrade pode ser uma opção mais fácil, mas cada banco tem a sua política. Alguns permitem upgrade pelo app, como Santander e Itaú, e outros pela central, como o Bradesco. Em caso de upgrade, geralmente não pedem comprovação de renda, e é o sistema interno que decide ou não pela aprovação. Se for aprovado, você continua usando o cartão antigo até o novo chegar. Ao desbloqueá-lo, o antigo será cancelado e você já poderá fazer as compras usando um cartão superior.

No Brasil, temos dezenas de bancos, além das cooperativas de crédito, e centenas de cartões. É impossível colocar o passo a passo de todos, além das orientações. Cada um tem o seu perfil e as suas necessidades, por isso eu tenho o meu clube de mentoria, onde realizo essa orientação para os membros.

E a renda mínima?

A exigência de renda mínima está caindo em desuso. Os bancos fazem a checagem do seu CPF, geralmente na Serasa, e usam informações internas para determinar a sua renda. O envio de documentos é exigido em alguns cartões, mas muitos locais também aceitam o comprovante formal de renda, como imposto de renda e contracheque, além dos extratos bancários dos últimos 90 dias.

Dica do Gabriel Dias

Tem muito golpe por aí prometendo aumento do score de crédito e liberação de qualquer cartão de crédito. Isso não existe. O que existe são estratégias para você conseguir cartões e conseguir aumentar os limites. Não é algo tão simples e geralmente também não é imediato. Por isso, no meu grupo de mentoria no WhatsApp, fixei o tempo mínimo de permanência em 3 meses. Considero esse o tempo mínimo ideal para você realizar um upgrade na sua carteira e entender as estratégias para acumular ao menos 1 milhão de milhas aéreas por ano.

Você pode se interessar

Deixe um comentário