Lufthansa proíbe AirTags da Apple: será uma nova tendência?

A AirTag da Apple está cada vez mais popular, principalmente entre os viajantes. Com ela, você pode rastrear a sua bagagem, o que pode ser muito útil no caso de extravio. Você pode facilmente colocar a AirTag em qualquer local e terá a certeza exata da sua localização.

A Lufthansa, entretanto, está causando polêmica ao proibir o uso do acessório. Segundo a companhia aérea, o dispositivo é um eletrônico portátil e segue as regras da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) sobre bagagem despachada.

Lembra que precisamos desligar o celular durante o voo? Essa é a lógica da Lufthansa. A AirTag não pode ser desligada e fica ativa durante todo o voo.

No passado, a Lufthansa criava problemas com powerbank, e não permitia que fossem despachados na bagagem de porão por risco de explosão. Ao ser encontrado, a mala do passageiro era abertura e o item ia para o lixo – deixavam um bilhete explicando.

Até o momento, a única companhia aérea que está comentando sobre as AirTags é a Lufthansa. Espero que não se torne tendência.

Como eles detectam as AirTags?

As malas que são despachadas passam pelo raio-x antes de entrarem no avião. Nesse momento, a segurança checa se não há nenhum produto proibido. Detectando algo suspeito, a fiscalização tem autorização para abertura da mala, arrombando o cadeado se preciso.

Se o produto for mesmo proibido ele será retirado, colocarão um aviso, fecharão a mala e ela seguirá seu fluxo normal. Além do prejuízo do produto confiscado, você provavelmente perderá também o cadeado, e a bagagem seguirá vulnerável até o destino final.

Boa viagem!

Você pode se interessar

Deixe um comentário

Cartões, Milhas e Viagens. Tudo está interligado. Você faz compras no cartão de crédito para acumular milhas aéreas e viajar.

Copyright 2022 © Cartões, Milhas e Viagens