Pesquisar
Pesquisar

O que é uma cooperativa de crédito?

Colaboração de: Fabio Assolini.

No Brasil, o cooperativismo de crédito se iniciou em Nova Petrópolis/RS, no ano de 1902 por iniciativa do padre suíço Theodor Amstad, que em conjunto com outras 19 pessoas fundou a 1ª Cooperativa de Crédito da América Latina. Atualmente, as cooperativas de crédito no Brasil se organizam em grandes sistemas, a saber: Sicoob (o maior de todos), Sicredi (o mais antigo), Uniprime, Sisprime, Unicred, Credicoamo, Cresol e Ailos. Dentro da cada uma delas existem diversas cooperativas singulares, ligadas a esses sistemas, cada uma com suas características, o que faz com que a oferta de produtos seja variável de alguma forma.

No geral, todas oferecem conta corrente, talão de cheques, cartão de crédito, empréstimos e investimentos – serviços bem parecidos aos que os bancos oferecem -, mas há uma grande diferença: ao se tornar um cooperado, você também se torna dono do negócio, recebendo anualmente o valor distribuído entre os cooperados em caso de lucro nas operações. Muitos afirmam que não gostam do sistema cooperativo com medo de terem que arcar caso ela não seja bem administrada e venha a falir. Isso está muito longe da realidade, pois todas são fiscalizadas pelo Banco Central do Brasil, além de contarem com o FGCoop, sistema similar ao FGC, que protege o saldo dos clientes até o valor de R$ 250 mil reais por conta, caso a instituição venha a ter problema.

Como a maioria delas visa distribuir os lucros aos associados e não aos donos, as cooperativas costumam oferecer taxas bem baixas e muitos serviços gratuitos. Entre os melhores produtos que oferecem atualmente estão seus cartões de crédito, com anuidade baixa e bons benefícios, como acessos gratuitos e ilimitados às salas VIP.

Para começar: se torne um cooperado

Para iniciar seu relacionamento basicamente você terá que escolher uma boa cooperativa. Algumas regiões do país possuem várias delas, enquanto em outras apenas 1 ou 2 estão presentes. Algumas delas são tão bem organizadas e administradas que possuem patrimônio maior que alguns bancos; você pode checar a saúde financeira de uma cooperativa checando os balanços publicados no site Banco Data.

Para ter acesso aos serviços financeiros, o que inclui cartão de crédito, você terá que se tornar um cooperado, ou seja, abrir sua conta corrente. Nenhum sistema atualmente oferece seus produtos sem essa condição. É aqui que começam as diferenças dos bancos: para se associar, você terá que pagar pela cota de cooperado. Cada cooperativa define o valor, algumas cobram apenas R$ 30,00, enquanto outras até R$ 5 mil. O valor cotizado será investido em seu nome e será devolvido de acordo com as regras da cooperativa, em algumas ocorre no fechamento da conta, em outras após algum tempo como cooperado.

Outra diferença importante: algumas cooperativas são de livre admissão, ou seja, qualquer pessoa pode se associar, porém outras possuem limitação para determinadas profissões; algumas aceitam apenas médicos, profissionais da saúde, advogados, juízes, enquanto outras apenas funcionários públicos. Você terá que buscar as que estão presentes na sua cidade e entender quais as exigências.

Ao abrir sua conta considere também gastos com manutenção de conta: a maioria delas não cobram, porém cooperativas muito pequenas e que estão em estágios iniciais costumam cobrar manutenção da conta para cobrir os gastos iniciais.

Cartões de crédito

Os principais cartões de crédito oferecidos são:

Inicialmente, as cooperativas todas assinavam contrato de exclusividade com a Mastercard, mas aos poucos a Visa está ganhando terreno e novos cartões estão sendo lançados. Vale dar uma lida dos reviews dos cartões.

Clube de Mentoria

No meu Clube de Mentoria você vai aprender:

  • Como conseguir aprovar os melhores cartões de crédito;
  • Como acumular milhas aéreas em tudo o que você faz;
  • Como definir a melhor estratégia para o seu perfil;
  • Como comprar passagens aéreas com até 90% de desconto usando milhas;
  • Como ter acesso gratuito às salas VIP no mundo inteiro.


A minha comunidade é a mais atualizada e dinâmica do WhatsApp, com networking diário (grupo aberto para troca de mensagens) e sempre com a minha participação.
O grupo é uma versão atualizada dos cursos cheios de bla bla bla. Aqui o aprendizado é muito mais rápido, dinâmico, sem enrolação e focado para quem não tem tempo e nem dinheiro a perder.

Pode ter certeza: você terá acesso ao melhor conteúdo, sempre atualizado e em primeira mão.

Clique aqui para saber mais.

Você pode se interessar

Deixe um comentário